segunda-feira, 22 de junho de 2009

Todo mundo agora é jornalista...


O Brasil invicto eliminou a Italia por 3 x 0. Irã admite pelo menos 10 mortes em protesto. Identificados corpos de 11 vítimas do voo da Air France. Crianças de Marajó se prostituem por hot dog. A cripe súína chega em um colégio de São Paulo. O apresentador Ratinho esta de volta e com ele o direito a baixaria na televisão. O chão de baile funk cede em Porto Alegre e deixa 90 feridos. Grifes tentam vencer modafobia de homens. Diabéticos não têm a doença sob controle. Máxima do tempo em Salvador 26º graus, em Belo Horizonte a mínima é de 10º graus. Fluxo de dólares para emergentes não vai cobrir dívidas segundo o Bird. E a meta de inflação de 2011 deve ficar em 4,5%. Cinemateca recupera arquivo da TV Tupi.


Tudo é tratado de forma superficial. Por ser superficial, é repetitivo em muitos momentos. E a moça na banca hoje me disse que não iria ler o jornal, por que hoje era feriado. Ela estava cansada. Anda lendo coisas demais pela cidade e nada mais chama a sua atenção. Ela quer sossego.


Passamos o dia sendo manipulados por outras pessoas e esquecemos quem realmente somos. Sim, meu amigo, nada mais vêm por acaso e nos tempos de gripe suína nada mais é seu de verdade.Então nessa procura insana por um pouco de verdade, não uma verdade fria e absoluta. Uma verdade sua, e outra minha. Nessa procura por um pouco de essência nua e humana, é que tentamos manter o centro gravitacional do intelecto e ficar por fora disso. Relaxe, alguém vai lhe dar uma notícia hoje ou amanha, mesmo nao se sabendo como.

Um comentário:

Fernanda e Liange disse...

Gostei do texto, estamos em um mundo superficial e entupido de informações que não são mais encarados com a mesma seriedade... uma pena, estamos cansados de tanta coisa, de tanta gente, de tudo...