quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A vida pra Dentro.

Chega uma hora na vida da gente que passamos a viver pra dentro.  A vida de forma mais leve, não muito a sério,sem a tal curva do Batman...tudo fica linear.Não temos mais aquela urgência em ser tudo e querer tudo. A gente passa a viver dentro da vida, dentro de um outro tempo. Isso porque depois da gente tanto sofrer, tanto querer, tanto lutar, parece que o tempo vence a gente. Chegamos a um entendimento da vida. A gente passa a ser meio que narrador da nossa própria vida. Começamos a fazer algumas perguntas pra dentro: mas Antônio você quer isso mesmo? Que tal Antônio você ir a praia e dar um mergulho? Será que eu preciso, de fato, buscar ser o melhor de todos? Não existe a possibilidade de todos se tornarem "o melhor"? Passamos a dar um olé nessas chatices que encontramos em livros de alto ajuda.Passamos  a ouvir o coração, a ouvir as pessoas a nossa volta, a praticar gentileza. É isso mesmo! Praticar um riso ao entrar em qualquer local, a dar bom dia querendo dar bom dia, a gente passa a valorizar uma canção. A ouvir os acordes, a entrar dentro da melodia e entender a letra. A gente passa a entender que aquela loucura de querer ser o melhor da sala, o melhor em tudo é um condicionamento do mundo capitalista. Você tem que querer saber, aprender e poder ensinar aos demais aquilo que sabe realizar com facilidade. Multiplicar conhecimento, espalhar boas práticas. Eu ando a viver pra dentro, tomo um café e sempre acho que é o melhor café do mundo, vou a praia e fico lendo horas a fio, depois dou um mergulho e volto renovado, passo horas dentro de uma livraria a buscar algo novo, revelador, rebatador, paro pra ouvir as pessoas. E ouço com grande atenção e entusiasmo. Viver pra dentro é satisfazer as suas próprias vontades e agradar o seu ego, sem querer expor seu ego para os outros. Satisfação pessoal é na hora que for dormir admitir que vale apena acordar no outro dia e dar continuidade a mais um dia repleto de oportunidades. Deixe chover,se molhe...Deixe se perder...ser re-encontre... Deixe de querer...se desapegue. Deixe de viver pressionada...faça o que precisa ser feito,da melhor maneira no seu tempo.

A vida pra fora é mais pesada, ela te cobra resultado, ela te cobra estar casada, com dois filhos antes dos 40. Ela diz que precisa trocar de carro, que tem que comprar roupas de vitrine. Ela te oferece jantares e mais jantares em bares e restaurantes da moda, diz que todo mundo já conheceu vários lugares [e postaram no facebook] e vc mal conhece a sua própria cidade.Ela te compara como um número,te pede que seja linda, em forma e que estude pós, MBA e ainda tenha tempo pra fazer academia, como realizar isso dentro de 24 horas e 4 de trânsitos habitual das grandes cidades dentro de um dia útil??? Ela lhe dá passagens e passagens aéreas, cafés e mais cafés de negócios, reuniões e mais reuniões, risinhos falsos pelos corredores. A vida pra fora quase não te deixa lembrar de fazer compras, em alguns momentos ela oferece a compra virtual. Vende a ideia, nessa caso, que é melhor do que sair de casa. Viver pra fora lhe tira todas as palavras boas que inicia com a letra [F]. Família,Filhos, Festas,Futebol com os amigos,Feriados,Folgas,Final de Semana na praia, Formatura dos filhos,Fazenda,Festa,Foda e Final Feliz. Te consome a ponto de você ainda acreditar que não passa de um ser medíocre. Que es um perdedor.Tudo ao mesmo tempo bem feito e agora.

Sábio são os que sabem viver os dois mundos ao mesmo tempo. Estar dentro sem precisar sair fora. E estar fora mesmo com a necessidade de viver dentro.

Abra a sua mente...Caia fora!











a





Um comentário: