terça-feira, 10 de agosto de 2010

Roupa suja se lava,sozinho em casa.



Um papo bem solto e ameno,logo pela manhã. Falamos do momento displicente que temos na hora em que ficamos sozinhos em casa ( no nosso caso,quase sempre). Sabe aquela hora que colocamos a roupa pra lavar e que damos as costas à máquina pra pensar um pouco na vida? Então é sobre essa simplicidade de momentos tolos e intensos que se constrói a vida da gente. Nem sempre é só no sofrimento e na angústia é que podemos avaliar a real dimensão da existência humana e blábláblá...

Um comentário:

jefhcardoso disse...

Antonio, muito legal isso que disse. As tarefas domésticas, os momentos rotineiros, a simplicidade. Sabe, penso assim também e tento escrever sobre estas coisas. Acho que pode se identificar com meus textos. Quero lhe convidar. Abraço!

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com