sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Deus ouve pedido de mãe

Hoje é sexta. Mas não é uma sexta como todas as sextas. Com suas noites nos convidando pra beber, nos prometendo risos, beijos e sexo. Aquele tipo de sexta que pede uma roupa bacana, que pede um banho mais demorado, um perfume, o carro do pai emprestado. Aquele tipo de sexta que se emenda num sábado e a gente só vai dar conta no domingo. 

Essa sexta pra mim tem um gosto diferente de saudade. Não é habitual estar em casa, uma hora dessas escrevendo e pensando no tanto que sinto a falta da minha mãe. Aquela senhora que semana passada queria sentar comigo pra rezar o terço [com seus mistérios]. Mesmo ela sabendo que eu não sou tão religioso assim. Mas ela pede por mim, pra mim, pelo fim dos meus dilemas. Deus deve ouvir os pedidos das mães. Proteção de mãe é coisa séria. 

"Quenta" aí D. Malu que eu tô chegando...

Nenhum comentário: